Notícias

Projeto Celeiro reativa negócios no Quilombo do Jaó

Nicolau Psillakis, do Grupo Horta, negocia com agricultores do Quilombo do Jaó

Encravada na Lagoa Grande, um dos bairros mais agriculturável de Itapeva (SP), a comunidade quilombola do Jaó recebeu na manhã desta quinta-feira (10), representantes do Grupo Horta, de São Roque (SP), interessados em fazer negócio com os 44 agricultores locais. A ação faz parte do Projeto Celeiro, que fomenta a compra e venda da produção local e conta com apoio da Prefeitura de Itapeva, por meio da Secretaria Municipal de Agricultura e Abastecimento.

A secretária municipal de Agricultura, Marimar Guidorzi, acompanhou o grupo até o quilombo e falou sobre o comprometimento dos agricultores, e sobre a qualidade das hortifruti que são colhidas no local. O Grupo Horta se interessa em comprar tudo o que a comunidade produzir. A empresa possui 25 anos no mercado e atende redes de supermercados, restaurantes, hotéis e hospitais. “Gostei da reunião e esperamos fechar muitos negócios com os produtores”, disse Nicolau Miguel Psillakis, do Grupo Horta.

 

Grupo percorreu o bairro para identificar as potencialidades para a produção

 

Para a agricultora Marcia Aparecida Martins, de 41 anos, essa negociação chegou em boa hora. Ela conta que depois que o governo federal cancelou as compras que eram feitas por meio do Programa de Aquisição de Alimentos (PAA), além da comunidade ter perdido toda a sua produção, os agricultores estão com dificuldade de se reinserir no mercado. “Nossos jovens tinham um planejamento de trabalho, inclusive planos de cursar Agronomia para ajudar na lavoura, e isso agora está sendo reativado”, diz ela.

O objetivo é oferecer a produção já beneficiada, para agregar ainda mais valor aos produtos. A Prefeitura dará todo o suporte para que isso seja possível. “O investimento na agricultura familiar é a forma mais direta para dinamizar a economia local, já que os agentes dessa atividade mantêm os recursos aqui no município”, diz Marimar.

 

A agricultora Márcia Martins

 

Projeto Celeiro

Executado pela Prefeitura Municipal de Itapeva, o Projeto Celeiro Sudoeste Paulista tem a finalidade de promover o desenvolvimento econômico sustentável em âmbito local e regional, a partir de atividades relacionadas à cadeia produtiva da agricultura familiar. “O objetivo dessa ação é contribuir para o aumento da renda, bem como para a ampliação da oferta de empregos no município e na região”, diz a secretária Marimar.

O projeto visa o aumento do valor agregado obtido na transformação e na comercialização. A ação contribuirá para o aumento da renda, bem como para a ampliação da oferta de empregos em função da nova dinâmica de funcionalidade das atividades produtivas – primárias secundárias e terciárias. Com isso, a Prefeitura prevê a diminuição do êxodo nas cidades, fixando e mantendo nas localidades a sua população rural.