Notícias

Prefeitura se reúne com proprietários de borracharias e ferros-velhos na Secretaria de Saúde

Valdicrei Francisco de Lima explica sobre parcerias firmadas pelo Poder Executivo

Evento teve o objetivo de orientar os donos desses estabelecimentos comerciais a fazer descarte correto de pneus

 

Representantes do Poder Executivo se reuniram com proprietários de borracharias e ferros-velhos na última sexta-feira (30), no auditório da Secretaria Municipal de Saúde, para tratar de assuntos relacionados ao combate à dengue, visando a eliminação principalmente dos focos transmissores da doença.

 

Os donos desses estabelecimentos comerciais receberam orientações sobre o descarte correto de pneus, que deverão ser entregues no posto de coleta, localizado na Secretaria Municipal de Administrações Regionais. Estes pneus serão doados para a empresa Reciclanip, onde serão triturados. Trata-se  de uma parceria com a Secretaria Municipal do Desenvolvimento Urbano e Meio Ambiente.

 

Lívia Teixeira Valarelli, médica veterinária do setor de Vigilância Ambiental e Controle de Zoonoses realizou uma palestra sobre os malefícios causados pelo mosquito Aedes Aegypti, transmissor da dengue, zikavírus e febre chikungunya.

 

Aline Oliveira Almeida, do Setor de Vigilância Sanitária, falou sobre a Lei 1788, de 7 de maio de 2002, que institui o Programa Especial de Combate à Dengue e dá outras providências. O artigo 4º trata das proibições na zona urbana de ferros-velhos e funilarias com materiais, que possam acumular água em área descoberta.

 

A fiscal municipal Eliana Corrêa Faria Lima tratou de detalhes sobre o artigo 49 do Código de Postura, que diz respeito à limpeza de quintais e terrenos baldios. Ao ser notificado, o proprietário do terreno tem um prazo de 5 dias úteis para limpar o local. Em caso de não cumprimento do prazo, o proprietário será multado. Atualmente, o valor da multa é de R$1.547,00 por lote.

 

Os munícipes que quiserem fazer denúncia sobre terrenos baldios devem entrar em contato com o setor de Fiscalização Municipal, pelo telefone 3526 – 8124, de segunda a sexta-feira.

 

Também estiveram presentes o assessor técnico da Secretaria da Fazenda, Valdicrei Francisco de Lima, o fiscal municipal Carlos Benedito Poglisch Santos, além da diretora do Departamento de Vigilância em Saúde Eliana Prestes e Rosana Bertoni, que representou a Secretaria do Meio Ambiente.

 

 

 

Eliana Prestes, diretora do Departamento de Vigilância em Saúde, fala sobre ações de combate à dengue
Eliana Prestes, diretora do Departamento de Vigilância em Saúde, fala sobre ações de combate à dengue
Lívia Teixeira, médica veterinária da Vigilância Ambiental e Controle de Zoonoses, fala sobre os malefícios causados pelo mosquito Aedes Aegypti
Lívia Teixeira, médica veterinária da Vigilância Ambiental e Controle de Zoonoses, fala sobre os malefícios causados pelo mosquito Aedes Aegypti